quarta-feira, 23 de maio de 2018


Autor: Gustavo Rugila

Fubá com Sagu

Créditos: Natália Eccel Capello

Desentendimento


Sinopse fubá com sa


“Fubá com Sagu” é uma obra inusitada! Um livro de amor escrito por um engenheiro. Com uma linguagem suave e emocional, o jovem Gustavo Rugila tem um talento especial para registrar emoções. Seus contos e poesias dão a impressão de uma conversa acolhedora entre amigos. Ele abre seu coração e se desabriga, sem acanhamentos, com uma capacidade de acessar fragmentos afetivos que, mesmo quem se acha romântico, tem dificuldade de adentrar. Corações partidos, decepções, expectativas... Uma variada paleta de sentimentos desfila graciosamente por suas linhas, investigando as muitas facetas escondidas nas relações cotidianas. É um passeio por um rico universo sentimental, em relatos tratados com uma delicadeza e fluidez surpreendentes! —

Cine Ansiedade: 15 ou 30 minutos?


Eu viajo pelo tempo, dentro de constantes picos emocionais, corro para fugir da sensação que devora a minha alma e tira minha paz.

15 ou 30 minutos?

Eu não sei ao certo, mas tive a infeliz impressão de viver dentro de um loop infinito, tudo se maximizava em milhões de reações adversas, eu me perdia dentro daqueles tantos sintomas estranhos.

Toda aquela percepção racional se esvaia do meu ser

Já não me reconhecia, e quem assumia o comando era a emoção

Torpe emoção enfadonha, porque roubastes a minha racionalidade?

O que ganhastes me levando embora?

15 ou 30 minutos?

Alguém afere minha pressão? Meça esse cão? E minha oxigenação?

E durante todo aquele imbróglio, a razão queria voltar, dialogar, ela queria me acalmar

E quase todos os meus músculos se enrijeceram involuntariamente, se contraiam violentamente, e aos poucos era agraciado com um intenso formigamento que abraçava meu corpo e me pegava pelas mãos sorrateiramente.

No meio daquele furacão, daquela erupção emocional, no meio do curto-circuito, eu começava a tomar consciência, e ali eu já sabia que tudo não passava de um grande truque.

Vivia uma farsa, uma grande mentira que eu inventei…

Respira… Fica calmo…

E ainda me perco na grande pergunta, na incógnita inalcançável…

São 15 ou 30 minutos?

Autor: Gustavo Rugila

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Me ame ou me odeie


Você tem que correr atrás


Deus